Noticias

São Carlos obtém certificação LEED para prédios já em operação

Por Chiara Quintão

A São Carlos Empreendimentos e Participações recebeu a certificação LEED, na categoria Silver, para dois edifícios comerciais do Centro Administrativo Rio Negro, em Alphaville, na Grande São Paulo. A companhia investiu R$ 300 mil para obter a certificação, do United States Green Building Council (USGBC). Os imóveis já estavam ocupados e passaram por mudanças operacionais, para se adequar às características exigidas pelo USGBC. O diretor comercial da São Carlos, Marcelo Scarabotolo, estima que, após a certificação, os dois edifícios possam se valorizar de 5% a 10%.

"Prédios que possuem certificação atraem mais a atenção de potenciais ocupantes. Algumas empresas dão preferência ou exclusividade à locação de imóveis certificados", diz Scarabotolo. Atualmente, o valor de locação do metro quadrado nos prédios da empresa no Centro Administrativo Rio Negro varia de R$ 55 a R$ 60. Os dois edifícios estão 100% locados.

A São Carlos pretende ser a primeira empresa do setor a certificar o total de seu portfólio, atualmente composto por 45 imóveis. A intenção é que isso ocorra no prazo de cinco anos. Os investimentos já programados para certificações LEED, nos próximos dois anos, somam R$ 5 milhões. Os aportes incluem, além dos dois edifícios do Centro Administrativo Rio Negro, outros oito imóveis - cinco já em operação e três em construção. "Nossa intenção é tornar os empreendimentos mais competitivos, mais atraentes", afirma o executivo.

Com as modificações operacionais para obter a certificação nos edifícios de Alphaville, o consumo de energia das áreas comuns caiu 20% de setembro de 2010 a agosto de 2011 ante os 12 meses anteriores, enquanto o total de água utilizado nas torres de resfriamento teve queda de 35%. Scarabotolo ressalta que o funcionamento de um imóvel consome mais energia, produz mais lixo e tem mais emissão de carbono do que a fase de construção.

Para acessar o documento em PDF, clique aqui.

Enviar a um Amigo