Noticias

Diretor de RI da São Carlos atribui bom resultado de 2011 à reajuste de locações

INFOMONEY / ONLINE - 20/03/2012

SÃO PAULO - A São Carlos (SCAR3) registrou forte crescimento do lucro líquido e receita líquida em 2011, de 36,3% e 80,9%, respectivamente, na comparação com o ano anterior. Os números positivos podem ser atribuídos ao robusto aumento das receitas de locação de mesmo imóveis, que subiram 25% no período, assim como pelo aluguel dos novos imóveis adquiridos, disse o diretor financeiro e de Relações com Investidores da companhia, Fabio Russo, nesta terça-feira (20).

A expansão nas receitas refletiu no Ebitda (geração operacional de caixa) ajustado da imobiliária, que cresceu 45%, passando para R$ 177 milhões em 2011, enquanto o FFO (Fundo de Operações, na sigla em inglês) avançou 60% atingindo R$ 100 milhões. Outro ponto ressaltado por Russo foi o aumento do valor do portfólio da empresa no período, que cresceu 34% em 12 meses, subindo cerca de R$ 1 bilhão.

A receita líquida da companhia atingiu R$ 212,2 milhões no ano passado, enquanto o lucro líquido ficou em R$ 75 milhões. Já a taxa de vacância da empresa permaneceu em níveis baixos e controlados, com vacância física de 0,9% e financeira de 0,5%.

Ações caem após balanço
As ações da companhia despencaram neste pregão, atingindo a mínima de 4,69% no intraday, aos R$ 30,50. Contudo, os papéis reduziram as perdas no decorrer da sessão e fecharam com queda de 1,56%, cotados a R$ 31,50.
Para Russo, o movimento negativo pode ser uma correção da alta registrada nos últimos dias, uma vez que acumularam nos sete dias anteriores valorização de 8,65%. O diretor também apontou que os papéis podem ter acompanhado o desempenho de queda do Ibovespa nesta sessão.

Para acessar o documento em PDF, clique aqui.

Enviar a um Amigo